curiosidades sobre o anel de noivado

3 Curiosidades sobre o Anel de Noivado

O anel de noivado já é figurinha carimbada aqui no blog da Allianze. Essa aliança carrega as promessas de amor eterno realizadas ao longo do noivado e são o pré-anúncio da oficialização dos votos trocados entre os dois. É claro que uma joia que simboliza a preparação para o começo da vida a dois possui muitas histórias interessantes. Por isso, hoje vamos falar das curiosidades sobre o anel de noivado.

1.Curiosidades sobre o anel de noivado: Origem

O primeiro registro do uso de anéis de noivado é datado de 1477, quando o Arquiduque Maximiliano da Áustria pediu a mão da Duquesa de Borgonha com um anel de diamantes. Esse ato se espalhou entre a nobreza real e presentear a noiva com uma joia se tornou tradição entre os reinos.

2.Curiosidades sobre o anel de noivado: Cultura

Além do histórico nobre, o anel solitário presente nas mãos das noivas também teve sua popularização entre as culturas graças a ajuda da joalheria Tiffany & Co. Foi em 1886, quando a empresa decidiu fabricar um modelo solitário para as noivas, que é hoje um dos anéis mais cobiçados quando se fala de joias de casamento.

Uma das maiores curiosidades sobre o anel de noivado da joalheria, é que tudo começou com a iniciativa da Tiffany’s de criar um estilo de vida. Foi a popularização do conceito de que “diamantes são os melhores amigos das mulheres”, que empresas como essa ganharam reconhecimento e caíram na cultura popular.

A aliança fabricada, nomeada Tiffany Setting , traz um diamante solitário cravado com seis garras de platina com o nome da joalheria na parte de dentro. O preço inicial é de R$12.040, porém pode chegar até 1 milhão de reais dependendo do tamanho do diamante.

3. Curiosidades sobre o anel de noivado: Cinema

Em paralelo com a febre que se espalhava entre mulheres que buscavam cada vez mais as joias para representar o amor, surgiu nos cinemas o icônico filme “Breakfast at Tiffany’s”, em meados de 1961. A comédia romântica estrelada por Audrey Hepburn tratou de consolidar os anéis de diamantes como uma prova de amor eterno e de status social.

Tudo isso porque o filme retratava Holly Golightly, uma prostituta de luxo que tentava a vida em Nova York e tomava seus cafés da manhã admirando as jóias na vitrine da Tiffany & Co.

Esse simbolismo em torno das alianças da joalheria refletia os sonhos de Holly em conquistar o amor verdadeiro e o sucesso social.

Depois de estourar nas bilheterias de cinema, a valorização atual em torno dos anéis solitários foi naturalmente absorvida nos países norte-americanos e europeus, sendo espalhada pelo mundo em seguida.

 

Gostou de descobrir algumas curiosidades sobre o anel de noivado? Deixe nos comentários a sua opinião e continue acompanhando o blog da Allianze!

 

Post criado 197

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.