Avaliando as finanças: saiba quando é o momento de casar

Início/Sem categoria/Avaliando as finanças: saiba quando é o momento de casar

Avaliando as finanças: saiba quando é o momento de casar

Couple using a laptop outdoors

Vocês se amam, querem muito compartilhar uma vida em comum e estão seguros de que esse amor é forte e duradouro, certo? Se você balançou a cabeça positivamente e se identificou com essa situação, é bem provável que, juntamente com seu companheiro, já esteja pensando na possibilidade de fazer uma linda festa de casamento e unir de vez as escovas de dentes. Pois se casar é um passo que definitivamente está nos planos dos pombinhos, não adianta ficar apenas sonhando com os preparativos. A essa altura, pensar nas finanças é praticamente uma obrigação.

E é exatamente sobre esse assunto que falaremos no post de hoje. Listamos aqui os principais aspectos que devem ser considerados pelos noivos ao avaliarem se a situação financeira do casal realmente possibilita o início da vida a dois. Ficou curioso? Então não perca a leitura!

Estabilidade: detalhe que pode afetar a decisão

Iniciar uma vida a dois é um passo importante. E, para isso, não apenas amor e companheirismo são fundamentais. Também é preciso lembrar que vocês passarão a dividir tudo, desde a cama até as temidas contas a pagar. Se vocês têm um padrão de vida e renda similares, tudo ficará mais fácil, já que haverá um equilíbrio. Mas se um dos lados não possui a devida estabilidade, é preciso que o casal pondere sobre como será resolvida a questão financeira. Isso evitará atropelos e desgastes desnecessários logo no início do casamento.

Nesse cenário, é fundamental sentar e ter uma conversa extremamente franca. Muitos casais acabam adiando um pouco a decisão sobre o momento de casar, às vezes esperando alguns aninhos a mais até que o parceiro adquira estabilidade nas finanças ou na carreira. Acredite: por mais que o coração se agite só em pensar nessa possibilidade, essa pode ser, sim, uma excelente decisão.

Lar: uma empresa que precisa ser administrada

Apesar de o casal geralmente estar no auge da paixão quando decide se casar, os pombinhos precisam usar bastante sua racionalidade. Afinal de contas, quando a empolgação do grande dia passar, vocês terão que assumir, além dos nada leves resquícios das despesas da festa, as contas da nova casa. E olha que elas não são poucas! Somem aluguel, condomínio, água, energia, pacote de internet e tudo mais para verem que o total pesa bastante no bolso. Por isso, é preciso planejar.

A verdade é que problemas financeiros podem desgastar muito uma relação, causando até mesmo seu término. Mas como vocês certamente não querem fazer parte dessa estatística pra lá de negativa, logo perceberão que estabelecer um diálogo aberto e começar a planejar a vida financeira do casal mesmo antes do casamento é o melhor caminho a seguir.

Equilíbrio: palavra-chave para acertar na decisão

Outro aspecto que deve ser considerado é o perfil individual dos membros do casal. Se um é econômico e prudente e o outro é gastador e compulsivo, um bom diálogo para definirem juntos como será o padrão de vida do casal é absolutamente indispensável. Só assim vocês encontrarão um ponto de equilíbrio. Lembrem-se de que concessões devem ser feitas por ambos.

Com tantos itens para considerar, já deu para concluir que essa é uma decisão que deve ser pensada com calma e prudência, não é mesmo? De fato, para que os laços de amor se solidifiquem e vocês construam uma união duradoura, é necessário escolher o momento certo para casar, avaliando inclusive as finanças! De toda forma, não há uma receita de bolo ou um procedimento padrão. É preciso que o casal decida junto as questões que impactarão sobre a saúde financeira da nova família.

E vocês, já tomaram essa decisão? Resolveram esperar mais um pouco ou já têm estabilidade e consciência suficientes para consolidar essa união? Comente aqui e compartilhe sua experiência conosco!

ads

2017-06-08T14:07:08+00:00

3 Comentários

  1. parabens pelas suas palavras suas informaçoes sao valiosas

  2. […] fazer sua festa de noivado, certo? É possível sim organizar uma comemoração simples, bonita e econômica! Mas, para isso, será necessário uma parcela extra de dedicação por parte dos […]

  3. […] reclamar quando o dinheiro está faltando! Por isso surge a necessidade de considerar direitinho a questão financeira. Afinal, o jovem casal certamente não quer ter uma bela festa de casamento, mas terminar à beira […]

Deixar Um Comentário