O passo a passo para escolher o seu convite de casamento

Início/Dicas de Casamento: Festas, Decoração e mais | Blog Allianze/O passo a passo para escolher o seu convite de casamento

O passo a passo para escolher o seu convite de casamento

convite para pais 6 300x176 - O passo a passo para escolher o seu convite de casamento

Rústico ou sofisticado? Moderno ou tradicional? Básico ou cheio de detalhes? Grande ou pequeno? Luxuoso ou simples? Seu casamento está chegando e você ainda está indecisa sobre o convite? Já viu vários modelos, mas não faz ideia de qual escolher? Não se desespere, afinal, você não está sozinha nesse dilema.

Diante dos vários modelos, tamanhos e estilos de convites disponíveis no mercado, é comum que os noivos fiquem confusos na hora da escolha. Há ainda a possibilidade de optar por convites personalizados, que tenham a cara do casal, o que dificulta ainda mais a decisão. Para facilitar a tarefa de decidir qual é  o convite ideal para o seu enlace, preparamos algumas dicas incríveis. Vem conferir!

Escolha o convite com calma e carinho

Há quem pense que não é necessário investir tempo e dinheiro no convite, afinal, ele irá parar no lixo em pouco tempo. Isso é um erro, afinal, o convite de casamento funciona como o cartão de  visitas da cerimônia. Normalmente, ele representa o primeiro contato do convidado com a celebração e é responsável por criar boas ou más expectativas. Quando o convite alia beleza, informação e bom gosto, a tendência é que as pessoas sintam-se mais felizes por serem convidadas e mais interessadas em vivenciar esse dia especial junto com os noivos. Daí a importância de escolher o convite com muito carinho e paciência. Mesmo que ele futuramente seja jogado fora, o convite lindo ficará guardado na memória dos convidados.

Opte por um convite que caiba no bolso

Gasta-se muito com os preparativos do casamento e a escolha do convite deve caber no orçamento do casal, para que não falte verba para outros detalhes. É importante que o casal analise suas reais condições no momento e opte por um convite que ofereça bom custo-benefício. Estipulem, juntos, um limite de gastos e procurem respeitar esse limite. A boa notícia é que existem, sim, convites bons, bonitos e baratos. Elegância e beleza nem sempre dependem de altos investimentos! Para economizar no convite, pesquise e compare preços, procure conhecer os diferentes tipos de materiais e negocie diretamente com os fornecedores.

Respeite o estilo da cerimônia

Ao escolher o convite, o estilo deve dialogar diretamente com o estilo da cerimônia. De um convite moderno, espera-se uma celebração moderna, convites formais indicam celebrações formais, convites divertidos pedem cerimônias descontraídas e irreverentes. Por exemplo, nas cerimônias ao ar livre, convites simples e com detalhes rústicos como laço de sisal são mais indicados do que convites com rendas e pedrarias, concorda?

Aposte em materiais de qualidade

Ainda que o convite seja simples, opte por matérias-primas de qualidade. Os papeis mais usados na confecção de convites matrimoniais são o papel vergé, o couchê, o linho e o aspen, que tem um brilho perolado e sofisticado. Em celebrações intimistas, rústicas e sustentáveis, vale a pena investir em papel kraft, reciclato e papel semente adornados com ráfia, sempre viva ou canela.

Acerte na escolha das cores

As cores mais comuns são o branco, o bege e o marfim, mas para quem gosta de tons vibrantes e intensos, é possível inovar nos envelopes e nos detalhes de impressão. Nesse sentido, boas pedidas são os tons escuros como o marrom, o preto e o grafite, além de cores clássicas  como o dourado, o prateado e o chumbo. Vale ressaltar que as cores usadas no convite devem harmonizar com os demais detalhes da cerimônia e festa. Não é preciso que a papelaria personalizada fique super combinada com a decoração do casamento, mas para garantir o equilíbrio visual e a coerência, as tonalidades escolhidas devem fazer parte da paleta de cores do evento.

Fique de olho no tempo

O convite de casamento deve ser escolhido com aproximadamente de três a seis meses de antecedência e precisa ser entregue aos convidados faltando seis, sete ou oito semanas para o grande dia. Assim os convidados terão tempo suficiente para se programarem, escolherem os trajes, comprarem os presentes e incluir esse compromisso na agenda. Não deixe para escolher o convite na última hora, pois a gráfica/conviteria pode atrasar a produção e, se isso ocorrer, seu cronograma de preparativos ficará comprometido.

Priorize informações claras no convite

O convite tem uma função informativa muito importante e os dados da celebração não podem estar confusos. Inclua claramente a data, local e horário da cerimônia. O estilo do texto, a frase romântica e o nome dos pais são opcionais. No caso de pais falecidos, é possível usar o complemento “In memorian” ou o complemento “Sempre presente”. Quanto à informações sobre lista de presentes, inclua o endereço do site do casamento nas informações contidas no convite ou coloque um cartãozinho informando onde a lista foi colocada. O cartão deve ser fixado na parte de trás do convite.

Evite excessos

O grande perigo de haver tantos tipos de convite no mercado é acabar exagerando na composição. Quando se trata de convites, é importante ter cuidado, pois a linha entre o bom e o mau gosto é tênue. Para evitar gafes, não use muitas fotos do casal, enfeites exagerados, fontes diferentes, caricaturas e frases muito longas. Você pode até usar acabamentos feitos com fitas, pérolas, pontos de luz, ilustrações ou mesmo brasões em alto relevo, mas tome cuidado para não pesar a mão. No que diz respeito à identidade visual e papelaria personalizada do evento, menos é mais. Fica a dica!

Encomende a quantidade certa

Evite perdas e gastos desnecessários encomendando a quantidade adequada de convites. O cálculo depende do tamanho da lista de convidados. Deve ser feito 1 convite para cada casal casado. Solteiros devem receber o próprio convite e no caso de famílias que tenham filhos morando em casa, um único convite também é suficiente. Encomende 5% a mais, pois você pode lembrar de alguém que não foi incluído na lista inicialmente e o calígrafo também pode acabar errando a subscrição de um ou outro envelope.

E aí, você gostou das nossas dicas? Vai colocá-las em prática quando for escolher o seu convite de casamento? Não se esqueça de voltar aqui para nos contar se o modelo escolhido fez sucesso entre os convidados. Até a próxima e um ótimo casamento para você!

2017-06-08T19:05:56+00:00

Um Comentário

  1. […] convites incríveis? Compartilhe sua experiência conosco! E que tal aproveitar para conferir este nosso outro post com um passo a passo para escolher seu convite de […]

Deixar Um Comentário