anel com brilhantes

Qual a Diferença Entre Diamantes e Brilhantes?

Uma das primeiras decisões que vocês devem tomar rumo ao casamento é entre utilizar um anel de noivado ou já partir para as alianças. Caso queiram fazer as duas etapas, do noivado para o matrimônio, surge a dúvida: fazer o pedido com um anel com brilhantes ou diamante?

Sabem a diferença entre um e outro? É importante ter certeza do que está sendo presenteado. Confira as dicas que separamos neste artigo e acerte na hora do pedido!

Anel com brilhantes ou diamantes? Qual a diferença?

É muito comum, principalmente no Brasil, que os dois sejam vistos como sinônimos. Talvez simplesmente para facilitar o conhecimento da peça. O que podemos dizer é que isso não está nem totalmente certo, nem totalmente errado.

Isso porque, de forma simplificada, todo brilhante é um diamante, mas nem todo diamante é um brilhante. Tudo está ligado, puramente, à lapidação dada às pedras, que determinará se você terá um anel com brilhantes ou não.

O que são os brilhantes, afinal?

É fato que o processo de corte e lapidação do diamante evoluiu muito com o avanço da tecnologia e continua em uma crescente. Porém, certos aspectos específicos relacionados à atividade não nos são usuais, e por isso acabamos deixando de lado alguns pontos sobre os quais deveríamos ter conhecimento.

Um desses pontos é entender o que é um brilhante. É importante primeiramente saber que existem diferentes tipos de lapidação para um diamante, e quanto mais faces a pedra tiver, mais brilho terá.

A lapidação mais famosa é a chamada 8/8 ou “oito oito”, que nada mais é do que aquele formato clássico que imaginamos para a pedra, com oito faces e um formato plano na parte de  cima e mais oito longas, afinando até a base, totalizando 10 faces.

Para que um diamante seja considerado um brilhante, ele precisa ser lapidado com 58 facetas, assim terá mais brilho, pois refletirá mais a luz. Esse tipo de lapidação é a que dá mais valor à peça.

Diamante ou brilhante — qual escolher?

Como já dissemos, muitas vezes ambos são utilizados como sinônimos, e o vendedor pode oferecer-lhe tanto um brilhante e dizer que é um diamante quanto o inverso. O importante aqui é saber que, embora um valha mais do que o outro, são pedras diferentes com efeitos também distintos no anel, e deverão ver qual é a joia ideal para o casamento!

Cabe a vocês, agora que tem o conhecimento, garantir que aquele é ou não o tão sonhado anel com brilhantes que dará o toque especial à sua união.

Gostou de saber mais sobre essas lindas pedras? Aproveite e confira as diferenças entre zircônia e diamante!

Post criado 197

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.